ARTETERAPIA

         Depois que descobri a fotografia terapêutica, meu mundo mudou.

Sou formada em psicologia e em fotografia, duas áreas que sempre me pareceram ter uma forte interseção, mas que por muito tempo isso foi só uma forte sensação. Sensação que cresceu depois da pandemia que ainda estamos enfrentando. A minha relação com a fotografia estava diferente. Amadurecendo, eu acho. Cada vez mais eu sentia o seu valor. Valor como história, como meio de expressão, como meio de percepção de si e do mundo, como ferramenta de autoconhecimento e formação de autoimagem. 

Até que vi que minha sensação tinha nome e sobrenome: fotografia terapêutica. Fiz uma formação nessa área e muitas portas se abriram. Percebi que poderia trabalhar com a fotografia por uma nova perspectiva. Perspectiva de cuidar do outro. Foi aí que cheguei na Arteterapia.

Ainda estou em formação, fazendo uma pós-graduação em Arteterapia, mas já sinto essa missão muito forte no coração. Então, quis trazer um cantinho aqui, com tapete colorido e umas almofadas, pra eu falar um pouquinho sobre o que estou estudando, contar mais dessa jornada, compartilhar minhas experiências.

ARTIGOS SOBRE ARTETERAPIA